Entrevista de Rarafónica a Gonzalo Parada (Presidente del CSANF)

Tamil Eelam Football Team -Viva World Cup 2012

ASSOCIAÇAO DAS LIGAS DO VALE ACARAÚ (A.L.I.V.A.)

A LIGA ACARAUENSE DE FUTEBOL, LIGA CRUZENSE DE DESPORTOS, LIGADESPORTIVA DE JIJOCA DE JERICOACOARA, LIGA BELACRUZENSE DE DESPORTOS,LIGA MORRINHENSE DE FUTEBOL, LIGA ITAREMENSE DE DESPORTOS, LIGAMARQUENSE DE DESPORTOS, LIGA SANTANENSE DE DESPORTOS, criaram aASSOCIAÇAO DAS LIGAS DO VALE ACARAÚ (A.L.I.V.A.), a Assembléia Geralfoi realizada nessa quarta feira dia 21/04/2010 as 9:30 horas naBiblioteca Municipal de Cruz, localizada na Rua Padre Valdery nº 364 -Centro - Cruz - Ceará, foi um dia histórico para o Desporto do ValeAcaraú, as Ligas que fazem o Vale Acaraú estão unidas em prol de umasó causa, o Esporte em nossa região especialmente o FUTEBOL, Oobjetivo da A.L.I.V.A. é fortalecer todo Vale Acaraú através da uniãoentre as Ligas, e que em 2011 possamos ter uma equipe do Vale Acaraúna 3ª divisão do Campeonato Cearense de Futebol. A nova Diretoria eConselho Fiscal da ALIVA foi eleita por aclamação para o Quadriênio2010 a 2014.
DIRETORIA:PRESIDENTE: Dayron Mourão (ACARAÚ)1º VICE PRESIDENTE: Carlinhos (JIJOCA)2º VICE PRESIDENTE: Marcelo Araújo (BELA CRUZ)DIRETOR SECRETÁRIO: Roberto Carlos(JIJOCA)DIRETOR FINANCEIRO: Henrique Alves (MORRINHOS)DIRETOR DE ÁRBITROS: Ernani Vasconcelos (CRUZ)DIRETOR DE ESPORTES: Itamar Monteiro (CRUZ)DIRETOR TÉCNICO: Pio Rios (ITAREMA)
CONSELHO FISCAL:PRESIDENTE: Benedito Evanger (SANTANA DO ACARAÚ)MEMBRO EFETIVO: Nenê Rebouças (ITAREMA)MEMBRO EFETIVO: Antônio Neto (ACARAÚ)MEMBRO SUPLENTE: José Jyfó (JIJOCA)MEMBRO SUPLENTE: Márcio Soares (BELA CRUZ)MEMBRO SUPLENTE: Chico Milhão (MARCO)
http://www.tanaarea.net/noticias/noticias.asp?idcanal=5&id=17787
Ler Mais

Liga de Esportes Amadores do Ribeirão - LEAR - Pernambuco


A 15ª rodada e última, da 1ª fase, do VII Campeonato Regional de Master de Futebol de Campo/2010, que vem sendo promovido e organizado pela Liga de Esportes Amadores do Ribeirão - LEAR, acontecerá neste domingo (13/06).A competição, ocorre no Estádio da Usina Caxangá, em Ribeirão - PE. O primeiro jogo entre o Cortez e Amaraji, acontece às 08h15, e a rodada será completada com Joaquim Nabuco e Jaqueira, que ocorrerá às 10h, ambos os jogos válidos pela chave B.
Até o momento, nesta chave, apenas o time da Cohab está desclassificada: Cortez com 05 pontos e Amaraji com 06 pontos, brigam por uma vaga. O time de Amaraji leva á vantagem do empate, enquanto, para o Cortez só a vitória interessa. No outro jogo, que também é decisivo, a briga é pelo primeiro lugar. Joaquim Nabuco com 09 pontos precisa apenas de um empate. Enquanto em relação ao time de Jaqueira que tem 07 pontos, só a vitória interessa.
12 equipes participam da primeira fase da competição, se classificando as 08 melhores para a segunda fase. Os times mais tradicionais das cidades da mata sul de pernambuco: Água Preta, Amaraji, Cortez, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Palmares e Primavera participam do torneio. As partidas com masters se tornam emocionantes, com jogos muito competitivos.
José Mário da Silva, presidente da Lear, revelou que o certame prosseguirá no próximo domingo( 20/06) com partidas da segunda fase, quando estarão classificados oito times.Confira os jogos da 14ª rodada, no último domingo (06/06), válidos pela chave A:Água Preta goleou o águia Dourada de Palmares, por 5 a 0. E o time do Bairro Novo de Ribeirão também foi goleado pelo time de Primavera, por 3 a 0.
Ler Mais

Gavião Kyikatêjê Futebol Clube




Em meio à floresta amazônica, a 25 km de Marabá, moram os jogadores do Gavião Kyikatêjê Futebol Clube, primeiro time indígena profissional do Brasil, oficializado na CBF em agosto passado e conhecido por sua participação atual na segunda divisão do campeonato paraense.

Há muitas histórias sobre a preparação física incomum dos jogadores: que praticam desvio de flechas com chumaços de algodão nas pontas e corrida de toras como parte do treinamento. Entram em campo com os corpos pintados e fazem um ritual com cânticos da tribo antes dos jogos.

A autorização para a entrada na aldeia, no município de Bom Jesus do Tocantis, tem que ser dada por Zeca Gavião, 43 anos, treinador e líder do povoado. Ele informa que precisa apenas de alguns dias para preparar os treinos com as toras. E faz um pedido: “Precisamos de algumas bolas”.

O preparador físico João Primo, 49, é formado em educação física, ex-jogador do Imperatriz, do Maranhão, e um dos responsáveis pelo sucesso do time. Amigo de Zeca há tempos, foi Primo quem sugeriu ao treinador o curso preparatório de técnica e tática na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais, realizado por Zeca em 2006.

No início deste ano, após quase uma década de trabalho como preparador no Águia de Marabá, o maranhense (não indígena) passou a integrar a comissão técnica do Gavião Kyikatêjê. João Primo mora em Marabá, mas diariamente se desloca até a aldeia para suar os jogadores, exceto nos fins de semana. À noite, trabalha como personal trainer numa academia da cidade.
“Fomos desclassificados na seletiva para conseguir uma vaga na segunda divisão. Mas o time Negra Carajás, já classificado, estava com problemas financeiros e cedeu os direitos federativos para o Kyikatêjê. Então entramos na segunda, dessa vez como Gavião Kyikatêjê Carajás. Agora são dez times disputando quatro vagas para entrar na elite do paraense, até o fim do ano”, explica o técnico.

Esportistas natos Consagrados em várias edições dos Jogos dos Povos Indígenas, que ocorrem anualmente em diferentes cidades brasileiras, os kyikatêjê são esportistas natos: homens e mulheres se destacam em provas de natação, atletismo, lutas corporais, corrida de toras e arco e flecha. Mas é no futebol que eles, literalmente, se encontraram.

De bala a flechaEntre os jogadores, parece que os brancos estão se aculturando. “Isso aqui é bom demais, o duro é que a gente se acostuma”, afirma o volante Helio Rubens, 36, de Belém. Com 15 anos de profissão, ele já passou pelos times Castanhal, Águia de Marabá e Ananindeua. Acredita que trouxe sua experiência para o time e enxerga a velocidade e a resistência dos índios como pontos fortes da equipe.

“As pessoas me receberam muito bem, são muito hospitaleiras e respeitam o espaço de cada um. Experimentei coisas que nunca havia imaginado: caçada, pesca e corrida de toras”, diverte-se. O lateral direito Gil Bala, 23, também de Belém, concorda. “Para quem quer sossego e uma vida mais tranquila é ótimo”, afirma ele, que teve o apelido modificado pelos locais. Hoje, o jogador atende por Gil Flecha.




Ler Mais

Amistoso adiado: Seleção Mairiense x Seleção Indígena Brasileira de Futebol do Pará


A Seleção Indígena Brasileira do Pará jogará contra a Seleção Mairiense, no domingo, dia 25 de julho de 2010, às 15h00min, no Estádio Deraldão, na cidade de Mairi.
O evento está sendo organizado pela Liga Desportiva Mairiense, em parceria com o desportista Leandro Carneiro Rios.
Esse amistoso aconteceria dia 18 e foi adiado para domingo, dia 25 de julho.A Liga Desportiva Mairiense apresentou alguns jogadores da Seleção Mairiense na tarde da última segunda-feira, dia 12 de julho, no estádio Deraldão, para início dos preparativos visando a disputa do campeonato intermunicipal 2010.
Ler Mais

LDAJ ( Liga Desportiva do Alto Jacuí ) - RS


endereço : Av. Brasília, 1643 - Tapera RS
cep
: 99490-000
Fone: 54 9116 9130
Email: ldaj@ldaj.com.br
web site: http://www.ldaj.com.br/index.html





Ler Mais

Municípios da Região Norte criam liga desportiva

FUNDESG

Com o intuito de fortalecer o esporte na Região Norte e possibilitar maior número de competições em oito modalidades, representantes de nove municípios criaram a Liga Desportiva Norte de Mato Grosso do Sul (Lideno). A entidade, que funciona como uma espécie de aliança, oportunizará aos atletas da região competir em mais torneio com um custo menor.
A liga, oficialmente criada no dia 30 de junho, é formada pelos municípios de Jaraguari, Bandeirantes, Camapuã, São Gabriel do Oeste, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Coxim, Sonora e Pedro Gomes. Unidas, as cidades buscarão melhorar o nível das equipes regionais nos jogos abertos e escolares do Estado, formar seleções regionais, criar talentos esportivos e formar ídolos regionais que motivem a prática de esportes.
“Temos que lutar pelo esporte, buscar a organização e criar mais competições, além de desenvolver trabalhos sociais na área”, disse o presidente da entidade, Ederson Joacir Wagner, que representa a Fundação de Desporto de São Gabriel do Oeste (Fundesg). “A liga está fundada, agora temos que buscar o nosso espaço”, afirma.
Segundo Wagner, a vantagem de ter uma liga é a possibilidade de receber recursos de entidades estaduais e federais para a organização de eventos esportivos. Ele afirma que as federações estão perdendo força. “Já há modalidades em que a federação não tem mais times inscritos, porque estes migraram para a liga, que está melhor organizada”, explica Wagner, que alerta: “Esse não é nosso objetivo; queremos apenas fortalecer o esporte na nossa região, com mais torneios entre os municípios integrantes”.
Para 2009, a Lideno já criou calendário de eventos em oito modalidades: futsal, futebol, handebol, voleibol, basquetebol, vôlei de areia, atletismo e lutas como karatê e judô. Os jogos devem começar em setembro, quando está previsto etapa de basquetebol.
Próximo passo
De acordo com o presidente da Lideno, Ederson Wagner, o próximo passo da diretoria da liga é visitar as cidades para analisar a estrutura de cada uma e as possibilidades de trabalhar as modalidades esportivas. Ele afirma que, atualmente, o que dificulta a realização de eventos é a falta de recursos próprios nos municípios. “Ao contrário de São Gabriel, que tem uma fundação que gere os recursos para o esporte, muitos municípios dependem de recursos para prefeitura para tais eventos”, explica Wagner.
Outro desafio assumido pelos integrantes da liga é trabalhar o esporte de rendimento – aquele em que o atleta busca resultados em competições – e o trabalho social em torno da atividade.

http://www.saogabriel.ms.gov.br/noticias/print.asp?idn=853
Ler Mais

João Profiro cria Liga Desportiva do Norte capixaba


Com o objetivo de dar um pontapé inicial na reestruturação do Futebol no Norte do Estado do Espírito Santo, o desportista João Profiro Filho, de Barra de São Francisco, reuniu vários representantes de clubes no dia 17 de maio, nas dependências da Câmara Municipal, para uma reunião.

Estiveram presentes neste encontro vários esportistas, representantes de equipes da região como: Mantena, Alto Rio Novo, Mantenópolis, Pancas, Ecoporanga, Água Doce do Norte, Águia Branca, Governador Limdenberg, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, Vila Valério, Nova Venécia, Pinheiros, Boa Esperança, Montanha e Vila Pavão.

De acordo com João Profiro, a principal meta é realmente fazer funcionar a nova liga que foi criada e que leva o nome de Liga Desportiva do Norte (LDN). “A ideia foi lançada agora é reunir forças e fazer acontecer”. Frisa João Profiro. Uma nova reunião será realizada em Nova Venécia em breve, com todos os representantes dos clubes citados a cima.

Para quem não sabe, João Profiro já promoveu vários campeonatos municipal e regional na região e todos foram sucesso total. Vale lembrar também que João Profiro é o diretor geral das emissoras São Francisco-AM e FM dos Anjos de Barra de São Francisco.


Ler Mais